terça-feira, 2 de março de 2021

Cristo descongestiona a igreja!

 07 de março de 2021

Salmo 19; Êxodo 20.1-17; 1Coríntios 1.18-31; Marcos 11.15-19

Texto: Marcos 11.15-19

Tema: Cristo descongestiona a igreja!

 

Nas grandes cidades há enormes engarrafamentos. Muitos, ficam um tempinho a mais no trabalho, para quando sair, não ter que se estressar com trânsito. O congestionamento estressa e deixa irritado.

Thom S. Rainer e Eric Geiger no livro igreja simples pp.31 – 32 indica três congestionamentos que Marcos apresenta e que deixava Jesus furioso.

Primeiro: as pessoas estavam comprando e vendendo no Templo.

As pessoas que vinham adorar a Deus tinham que comprar os sacrifícios. Os líderes permitiram que os vendedores montassem um shopping no templo. Agora o “camelódromo” era dentro da área da templo. A reação de Jesus foi expulsar aqueles que estavam vendendo pombas.

Segundo: os cambistas estavam trocando o dinheiro para os gentios. Esses precisavam de dinheiro judeu para comprar os sacrifícios e eles eram explorados através da taxa de câmbio. Em vez de o templo ser uma casa de oração para os gentios (todas as nações), estava cheio de gente roubando financeiramente. A reação de Jesus foi derrubar as mesas dos cambistas.

Terceiro: o templo se tornara um atalho para as pessoas atravessarem a cidade. As pessoas estavam usando o pátio dos gentios para transportar as coisas. Jesus acabou com isso.

Essa reação mostra o coração de Deus. Jesus é contra tudo o que dificulta o caminho para as pessoas encontrarem a Deus.

O que está dificultando as pessoas encontrarem a Deus? Há congestionamentos?

Jesus ao reagir diante dos congestionamentos que impediam as pessoas de chegarem a Deus, citou o texto anunciado pelo profeta Isaías (Is 56.7; Mc 11.17).

Citando as palavras do profeta Isaías, Jesus os lembra da promessa sobre a inclusão dos estrangeiros. Inclusão essa que estava sendo prejudicada por tudo que estava acontecendo.

Muitas vezes nos tornamos complexos. Reconheço a necessidade dos estatutos e regimentos, mas, quantas vezes, estatutos humanos e regimentos engessam a ação missionária da igreja?

Lembro-me que certa feita, havia um prazo regimental para que possíveis projetos fossem encaminhados e recebessem auxilio. Um referido local, apresentou um bom projeto, mas fora do prazo regimental. O que fazer? Abrir a discussão em plenária e de repente deixar de apoiar um bom projeto? Bem, a alternativa sugerida e apoiada pela equipe responsável foi: vamos redigitar o projeto com a data regimental prevista.

Cito esse exemplo para mostrar que muitas vezes a complexidade das coisas atrapalham. E não caiam da fé – muitas vezes a própria igreja se tornou um estorvo para que as pessoas conheçam a Deus. E um dos maiores congestionamentos que impedem as pessoas de conhecerem a Deus, se deve ao fato da mensagem da cruz ter se tornado louco a ponto de ser negligenciada (1Co 1.18-31).

Observe que há tantas coisas antes da cruz de Cristo, que a pessoa nunca chega a cruz, nem a Cristo e nem a Deus. Sempre enfatizo que adicionaram um sinal matemático de adição + que o somente não existe mais.

As pessoas gostam do congestionamento religioso. Isso a faz orgulhar-se da sua religiosidade. Tanto que o salmista Davi destaca a lei como perfeita, restauradora, fiel e sábia (Sl 19.7) para combater o pecado da soberba religiosa.

O véu do templo foi rasgado de alto a baixo (Mt 27.50-51). Jesus é o encontro do homem com Deus. Somente Cristo. Somente a fé, Somente a Graça. Não há mais necessidade da complexidade dos sacrifícios.

Em Cristo, a igreja não é complexa. É simples! A purificação do templo é uma exortação de Jesus para cesse os congestionamentos que atrapalham as pessoas de virem e chegarem a Deus. Amém!

ERT

Edson Ronaldo TREssmann

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seguir esse blog. Com certeza será uma bênção em sua vida.

Dormindo tranquilo enquanto tudo parece desmoronar!

  18 de abril de 2021 Salmo 4; Atos 3.11-21; 1João 3.1-7; Lucas 24.36-49 Texto: Salmo 4 Tema: Dormindo tranquilo enquanto tudo parece...