terça-feira, 13 de abril de 2021

Dormindo tranquilo enquanto tudo parece desmoronar!

 18 de abril de 2021

Salmo 4; Atos 3.11-21; 1João 3.1-7; Lucas 24.36-49

Texto: Salmo 4

Tema: Dormindo tranquilo enquanto tudo parece desmoronar!

 

A ciência indica seis maneiras eficientes para pegar no sono rapidamente. Se você tem dificuldade para dormir e percebe que as antigas receitas de chás calmantes, técnicas de relaxamento ou mesmo medicamentos não fazem efeito precisa conhecer outras maneiras apontadas pela ciência como eficientes para pegar no sono rapidamente. Confira os métodos e faça o teste ainda esta noite.

Dicas científicas para pegar no sono rapidamente:

1. Momentos antes de dormir, fique longe de aparelhos eletrônicos como celular, tablet e TV, que emitem luz artificial. Segundo um trabalho científico publicado pelo Current Biology, evitar a exposição a esse tipo de iluminação ajuda a pegar no sono mais rapidamente e reduz as chances de distúrbios que atrapalham o descanso noturno.

2. O conselho da vovó de beber leite morno para dormir mais rapidamente tem fundamento científico, já que o alimento é fonte de tripofano, um aminoácido que aumenta a produção de serotonina, neurotransmissor considerado importante para o desencadeamento do sono.

3. Batizado de "4-7-8", o exercício de respiração para pegar no sono em segundos foi elaborado pelo médico Andrew Weil, que garante ser possível adormecer rapidamente através da técnica que funciona como "tranquilizante natural do sistema nervoso".

4. O ambiente de descanso também desempenha papel fundamental para pegar no sono rapidamente. Especialistas indicam, inclusive, 5 maneiras de transformar o quarto no lugar mais aconchegante do mundo para dormir sem interrupções.

5. Quem vive em bairros movimentados e não consegue silêncio completo no quarto na hora de dormir deve apostar em ruídos brancos, que consistem em barulhinhos como o de chuva ou de ondas do mar. De acordo com neurologistas, os sons básicos e não-repetitivos não precisam ser processados pelo cérebro, passa pela nossa consciência sem nos despertar emoções e, por isso, ajuda a pegar no sono.

6. Para nunca mais sofrer com a dificuldade em pegar no sono é preciso estabelecer horários fixos para dormir. Especialistas apontam que respeitar uma rotina gera no cérebro uma espécie de condicionamento que reforça o ritmo circadiano natural do sono e regula as variáveis biológicas que favorecem um descanso mais eficiente.

Para muitas pessoas essas dicas da ciência são seguidas a risca. No entanto, preste atenção ao que diz a Palavra de Deus por boca do salmista Davi: Salmo 4 – Leitura.

O Salmo 4 e o 3 são autoria de Davi. Os títulos são idênticos, tendo apenas o final alterado.

Confiança em Deus na adversidade, ... na angustia.

Davi está fugindo devido à revolta de seu filho Absalão.

Em meio a essa situação Davi se mostra verdadeiramente confiante em Deus, a ponto de dizer: “em paz me deito e logo pego no sono, porque, Senhor, só tu me fazes repousar seguro” (Sl 4.8).

Dormir sossegado em meio a perseguição só esperando em Deus.

Davi não conhecia as dicas valiosas da ciência para dormir e descansar bem. No entanto, deixa até mesmo para a ciência a melhor de todas as dicas: só o Senhor Deus é quem me faz repousar seguro.

Davi é uma testemunha fiel de Deus. O próprio sentiu e viveu os atos poderosos de Deus. Foi escolhido para ser rei ainda jovem. Teve vitórias em muitas batalhas contra os inimigos do povo de Deus. E agora, numa situação em que poderia ter seu sono tirado, exclama que “em paz me deito e logo pego no sono, porque, Senhor, só tu me fazes repousar seguro” (Sl 4.8).

Davi não se cala. Davi não esconde sua confiança em Deus. Davi corajosamente é uma testemunha de Deus. Amém!

ERT

Edson Ronaldo TREssmann

segunda-feira, 5 de abril de 2021

O amor prático e a mensagem da ressurreição!

 11 de abril de 2021

Salmo148; Atos 4.32-35; 1João1.1-2.2; João 20.19-31

Texto: Atos 4.32-35

Tema: O amor prático e a mensagem da ressurreição

 

É comum ver reportagens que destaca a riqueza das igrejas e seus pastores.

Entre essas riquezas destaca-se a estrutura, casas luxuosas, mega templos. Em oposição a isso, temos esse singelo relato de uma igreja verdadeiramente rica e tão desprezada e nunca sequer comentada numa reportagem.

A igreja apresentada por Lucas em de Atos 4.32-35 é impactante, pois mostra dois aspectos muitos esquecidos na igreja atual: amor prático e a mensagem da ressurreição.

O capítulo três do livro de Atos dos Apóstolos marca o início de um contra-ataque feroz do diabo a ação do Espirito Santo em ter reunido uma multidão junto aos que creem. Houve três tentativas de paralisar a igreja. Perseguição (At 4), ataque de fora para dentro; infiltração (At 5), ataque de dentro para fora; distração (At 6), perda das prioridades.

Estudar a igreja primitiva nos ajuda a nos precaver dos ataques do diabo a igreja atual. Lucas mostra como os ataques do diabo foram vencidos. Todas as investidas do inimigo foram superadas de duas maneiras: oração e testemunho da Palavra.

A decisão de retomar cultos e missas têm causado muita polêmica. Cada pessoa têm um olhar ante a pandemia e em seus contornos tenho observado uma certa perseguição silenciosa quanto a igreja. Como superar essa perseguição? Oração e testemunho da Palavra.

O relato do anuncio do evangelho da ressurreição de Jesus Cristo mostra que a igreja ignorou a ordem do Sinédrio que, havia proibido a igreja de pregar tal mensagem. Não estou com isso apregoando desordem ou oposição as autoridades constituídas. Mas, precisamos fazer uma reflexão. Você tem orado por esse tempo? Têm testemunhado a Palavra de Deus?

Lucas, ao narrar o evento do pentecostes visou destacar a presença do Espírito Santo dando ênfase em algumas características (At 2.42-47).

Tanto no relato de At 2.44 e 4.32 destaca-se a união no grupo. E essa união está enfatizada na peculiaridade de cada indivíduo e a não existência de necessitado entre eles. O fato de alguém ser rico e pobre, não os separava e segregava. E se houvesse necessidade material por parte de alguém, a mesma era uma oportunidade para demonstrar a união do grupo que rapidamente vendia algo para socorrer o necessitado.

Observe as duas colunas.

Atos 2.44 Tinham tudo em

comum

Atos 4.34 tudo lhes era comum

O termo grego hapanta koina - todas as coisas em comum descreve uma atitude na igreja cheia do Espírito Santo. O que um possuía - era como se todos possuíssem. Que fantástico!

Os textos de Atos 2.45 e Atos 4.34-35 destacam que as vendas eram esporádicas, ou seja, na medida que havia necessidade. As propriedades eram vendidas e usadas para o fim especifico. Não havia desvio de finalidades.

As palavras apresentadas por Lucas em Atos 2.32-35 mostra o contraste entre a atitude de Barnabé e de Ananias e Safira. Mesmo sendo membros dessa igreja cheia do Espírito Santo, a real motivação era diferente. Uma atitude visava a glória de Deus e a outra atitude visava a glória pessoal.

Enquanto que o apostolo Pedro e João, haviam sido presos, interrogados e ameaçados, a vida espiritual da igreja não foi afetada. Ela continuava unida (4.32), com grande poder (4.33) e multiplicando-se (4.32).

É tempo de pandemia e vivemos uma séria ameaça. Pessoas cristãs correm o perigo de esfriarem na fé. Há também a realidade de muitos irmãos e irmãs estarem passando por necessidade. A comunhão passa pelo compartilhar. A unidade da igreja se transforma em solidariedade. As pessoas são mais importantes que as coisas que possuímos. William Barclay é claro nesse ponto: “A sociedade chega a ser verdadeiramente cristã não quando a lei nos obriga a repartir, mas quando o coração nos move a fazê-lo”.

As pessoas repartiam o que tinham. Atualmente, guarda-se a sete chaves o que se têm. O que eu possuo é nosso!

Lucas narra uma igreja em que pregação era a respeito da ressurreição (At 4.33). A igreja pediu poder para anunciar a palavra com intrepidez (4.31) e Deus respondeu à oração, pois os apostolos, com grande poder, dão testemunho da ressurreição (4.33).

Amor em ação e a mensagem da ressurreição!

Assim como no dia da descida do Espírito Santo (At 2.42-47), Lucas nos oferece num segundo momento a descrição da atuação do Espírito Santo na igreja (At 4).

Não somos salvos pela prática da lei, pois não a cumprimos. No entanto, é possível observar que o Espírito Santo motiva a pratica da lei, principalmente a lei do amor.

A lei de Deus em Dt 15.4 - 8 previa que não poderia haver nenhum pobre entre eles. Deus em sua lei já estabeleceu a importância e necessidade da partilha e da solidariedade. A descrição da partilha como sendo uma prática natural mostra que a prática da fé só é possível pelo poder do Espírito Santo.

Deus nos guarde em termos como centro da nossa fé, Cristo o ressuscitado! Amém

ERT

Dormindo tranquilo enquanto tudo parece desmoronar!

  18 de abril de 2021 Salmo 4; Atos 3.11-21; 1João 3.1-7; Lucas 24.36-49 Texto: Salmo 4 Tema: Dormindo tranquilo enquanto tudo parece...